Piedade/SP foi conhecida como capital da cebola, chegando a ser a maior produtora do Brasil. Hoje, sua agricultura é diversificada destacando-se entre elas a alcachofra, morango e caqui. Também é conhecida pelas suas “cerejeiras do Japão”, as quais enfeitam a cidade durante os meses de junho e julho, quando acontece sua florada. Na mesma época, a comunidade Japonesa da cidade comemora a festa da cerejeira.

No mês de Maio é realizada a Festa do Kaki Fuyu (variedade muito plantada na região), festividade que reúne várias atrações relativas a colheita do fruto juntamente com o aniversario da cidade.

Atual Gestão

 

Dados

Piedade é um município brasileiro do estado de São Paulo situado na Região Metropolitana de Sorocaba, na Mesorregião Macro Metropolitana Paulista e a Microrregião de Piedade.

  • População: 52.214 habitantes ( IBGE – Resultado de 29/11/2010 – Censo ).  Sua população estimada pelo IBGE para 1º de julho de 2015 era de 54 717 habitantes.
  • Área: Total de 729 km², sendo 40.17 km²no perímetro urbano e 688.83 km² no perímetro rural
  • Posição: latitude 23º42’43” Sul e longitude 47º25’40” Oeste / Altitude média de 900 metros.

 

Economia

Sua economia é essencialmente agrícola, fazendo parte do Cinturão Verde do Estado de São Paulo, abastecendo a metrópole com seus hortifrutigranjeiros. A proximidade do município ao mercado da Grande São Paulo foi responsável pelo significativo desenvolvimento da região. Outra fonte que destaca-se na economia piedadense é a produção de alcachofra, já que atualmente o município é considerado o maior produtor de alcachofra do Brasil.

Piedade é um município com potencial para muitas atividades. Uma das quais está em crescimento acelerado nos últimos anos é a criação de cavalos que, anteriormente, abrangia somente a raça manga-larga, porém, no início do século XXI, o número de cavalos da raça crioula aumentou de forma significativa, assim como a quantidade de proprietários.

Apresenta também destaque no turismo, com belezas naturais e diversas pousadas que apresentam como diferencial exatamente o contato com a natureza. O município também possui como atração turística uma fazenda de criação de camarões de água doce.

  • Principais Culturas: morango, alcachofra, caqui, cenoura, batata, cebola, abóbora, batata-doce, beterraba, mandioquinha, tomate, vagem, batatinha, acelga, brócolis, repolho, salsa, alho, chuchu, inhame, mandioca, pepino, pimentão, rabanete, abacate, limão, jiló, couve-flor, manga, maracujá, pera, tangerina, berinjela, milho, alface, feijão, almeirão, couve e escarola. Há ainda produtores de pós-larvas de camarão da Malásia, champignon, a proliferação de haras, apiários, estações experimentais e pecuária.
  • Quadro Econômico: indústria (10%), comércio (20%), agricultura (60%), prestação de serviços (1,5%), cooperativas (2%) e outros (6,5%).